sábado, 27 de junho de 2015

ÚRANO EN TRÂNSITO EM QUADRATURA COM ÚRANO NATAL



Este trânsito acontece duas vezes na vida: a primeira aos 21 anos, e a segunda vez aos 63 anos. Tal como corresponde à natureza de Úrano e a um aspeto como a Quadratura, estes são tempos de mudanças importantes na orientação e valores.
O primeiro trânsito de Úrano em Sextil com Úrano Natal anuncia o começo da adolescência; mas a primeira Quadratura de Úrano com a sua própria posição marca o final da adolescência e a entrada plena na idade adulta jovem. Por volta dos 14 anos e no momento do Sextil de Úrano com a sua posição Natal, sentíamos a necessidade de uma maior autonomia, mas não era muito o que podíamos fazer a esse respeito. Talvez enfrentássemos os nossos pais, desafiando-os, mas o mais provável é que tivéssemos continuado vivendo com eles. Quando Úrano forma a primeira Quadratura com Úrano Natal, mal passamos dos 20 anos e também sentimos (consciente ou inconscientemente) um impulso para a autonomia, mas agora já podemos levá-la um pouco mais longe.
Provavelmente a manifestação mais comum deste trânsito seja o que Sheehy chama "desenraizar-se" ou abandonar o lar dos pais. A missão de nos separarmos da família e descobrir quem somos por direito próprio (que se iniciou nos começos da adolescência) torna-se mais premente, mais urgente. Mesmo se durante este período não nos mostramos ferozmente rebeldes, continua sendo uma época importante de crescimento e de mudanças rápidas. Ainda mais que antes, se espera de nós que escolhamos o nosso grupo de pares, que estabeleçamos claramente a nossa identidade sexual e que encontremos alguma forma de trabalho ou ocupação que sirva para nos definir. Em poucas palavras, espera-se que sejamos mais responsáveis de nós mesmos que antes.
Úrano está associado com ideologias e com "-ismos" e quando forma Quadratura com o nosso Úrano Natal pouco depois do nosso vigésimo aniversário ativa-se também a necessidade de encontrar algo em que possamos acreditar. É a época em que muitos procuramos um grupo ou uma causa à qual podemos aderir, algo que dê significado e orientação à nossa vida. Úrano estimula uma necessidade de maior independência e autonomia, e o particular motivo de atração por um ou outro grupo pode depender do facto de que os seus ideais  ou valores divergem significativamente dos nossos pais. Encontrar uma visão do mundo que difira da nossa família é parte da busca da nossa própria identidade.
Também há quem não seja rebelde nem tome de modo algum uma resolução definida. Pode suceder que nos adaptemos aos valores e expetativas dos nossos pais, e que encaixemos no estilo de vida que eles tinham pensado para nós. O aspeto positivo de aceitar passivamente a visão do mundo dos nossos pais é que evitamos uma crise; o negativo é que deixamos passar uma oportunidade de explorar a nossa própria identidade e descobrir quem somos, independentemente deles. Mas o mais provável é que a crise que conseguimos iludir nesta etapa faça erupção num momento mais tardio, provavelmente entre os 35 e os 42 anos, altura em que Úrano está em Oposição com a sua posição Natal, e bom, porque tarde ou cedo teremos de encarar o facto de passar por uma crise de identidade deste tipo é um pré-requisito para a descoberta de nós mesmos.
A segunda Quadratura de Úrano com a sua posição Natal ocorre por volta dos 63 anos, não muito depois do segundo Retorno de Saturno. A preocupação óbvia é o envelhecimento. Há pessoas que nesta fase renunciam  seguir crescendo, pregam elas mesmas a tampa do caixão e fecham-se num estado anímico que poderíamos definir como de "e isto é tudo?" obcecados por o passado, pela perda e pelas oportunidades que desaproveitaram. Afortunadamente, no entanto, nem todas as pessoas raciocinam da mesma forma. Há estudos que demonstram que pessoas a quem o envelhecimento preocupava desde a metade da quarentena e durante a cinquentena deixaram de preocupar-se por o tema depois dos sessenta. Aceitam o facto que são mais velhos e seguem adiante com a tarefa entre mãos, tirando o melhor partido do tempo que lhes resta.
Ao começo da vintena, a primeira Quadratura Úrano/Úrano significa separar-se da família de origem e descobrir o facto de ser um indivíduo por direito próprio. Pouco depois dos sessenta, a segunda Quadratura Úrano/Úrano também tem que ver com uma separação, mas diferente. A nossa tarefa, agora, é separar o que realmente é importante para nós do que não o é. É provável que comecemos a sentir-nos mais distantes (ou não tão inquietos por) problemas ou preocupações que antes significavam muitíssimo para nós, mas isto não significa que estamos deslizando para um estado de indiferença no qual nada importe. Pelo contrário, as coisas que continuamos considerando importantes são-no cada vez mais. Após ter discriminado entre o que tem valor para nós e o que não tem, agora podemos descobrir que o nosso interesse pelas coisas que consideramos dignas de atenção e que nos revitalizam se tornou ainda mais intenso.
Nesta época, para a maioria das pessoas, o distanciamento do que mais importava no passado assume a sua forma mais obvia na aposentação. Os problemas relacionados com a carreira e o êxito pessoal e mundano já não têm uma importância prioritária. A muitos de nós a interrupção do trabalho ou a diminuição do seu ritmo deixa-nos um vazio inquietante, e vemo-nos forçados a confrontarmo-nos com um dos principais medos existenciais, o da perda de estrutura. Ao vermo-nos com mais tempo livre e menos responsabilidades que nunca nos deixa pela frente a tarefa de dar um significado novo à nossa vida.
As pessoas que melhor gerem o problema da aposentação são as que delinearam e procuraram soluções com bastante antecipação. Quando ainda nos restam anos de trabalho pela frente, podemos usar o nosso tempo livre para cultivar um passatempo ou uma habilidade que no momento pode ajudar-nos a preencher o vazio que deixa a aposentação. A partir dos 60 anos, homens e mulheres necessitam encontrar algo que os ocupe e os distraia. Se o planearmos com antecipação, é mais provável que saibamos usar de maneira construtiva a segunda Quadratura Úrano/Úrano. Não temos que esperar que se produza para começar a procurar atividades e projetos interessantes que não tenham nada que ver com o nosso trabalho nem com o âmbito doméstico. Se tivermos previsto o vazio que deixa a aposentação ou a evolução de uma família em que os filhos ficam adultos, podemos preparar-nos para enfrentá-lo.
De acordo com a natureza de Úrano neste período, as canalizações que podem resultar mais gratificantes são aquelas para as que podemos orientar-nos independentemente de outras pessoas e que, no entanto, servem de alguma maneira a comunidade. Podemos encontrar ocupação que queremos fazer e, ainda mais, em que não tem necessariamente que participar o nosso cônjuge. Há organizações e grupos de caráter social  ou comunitário, e atividades que vão desde dedicar-se a observar os costumes dos pássaros até interessar-se por tarefas religiosas e políticas e que podem oferecer-nos possibilidades de realização e de compromisso que antes pertenceram ao domínio da família ou da carreira.



2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...