sábado, 24 de novembro de 2018

ASCENDENTE VIRGEM - DESCENDENTE PEIXES


MAPA NATAL DE WALTER KOCH

Com Virgem em Ascendente, o nascimento para a identidade individual realiza-se mediante a análise mental, a discriminação, a autocrítica e o processo de autodefinir-se de uma forma cada vez mais específica. É frequente que tudo isso implique o cultivo de uma maior habilidade e eficiência no campo laboral ou no domínio da expressão criativa que o nativo escolheu. Como signo de terra, este Ascendente sente a necessidade de um emprego determinado de conhecimento, em forma útil, serviçal e produtiva.
Virgem no Ascendente orienta a atenção para o corpo físico e o seu adequado funcionamento. Para este Signo, o manuseio prático das necessidades mundanas na vida cotidiana também é um problema.
O Ascendente Virgem deve aplicar este processo à digestão da experiência de vida.
Mediante a análise de si mesmas e da vida em geral, estas pessoas podem extrair da experiência aquilo que seja mais propício ao seu bem-estar. O que não é construtivo deve ser reconhecido como tal e, em última instância, depurado e eliminado. Agarrar-se durante demasiado tempo a coisas tais como a negatividade e o ressentimento significa que mais cedo ou mais tarde que a psique se envenena, o corpo se debilita e adoece.
Com Virgem em Ascendente, existe o perigo de que a pessoa se torne tão obcecada com a ordem, a correção e a exatidão que perca a espontaneidade e a fluidez. Quando Virgem se autolimita e se torna manifestamente tenso e rígido, Peixes aparece de uma forma ou de outra para dizer "cuidado". Peixes no Descendente encoraja o Ascendente Virgem a relacionar-se com outros de uma forma mais compassiva e com um maior grau de sacrifício e de aceitação do que essas pessoas geralmente permitem, com um espírito inclinado a julgar e criticar. Por mediação do Descendente Peixes, o Ascendente Virgem alcança a compreensão que se manifesta quando o coração é aberto e recetivo. Na vida não existe apenas aquilo que é possível medir, testar e fazer.
Geralmente o Ascendente Virgem dá um corpo desembaraçado e nervoso, capaz de movimentos eficientes e económicos. É frequente que a pessoa pareça consideravelmente menor do que é e que  mantenha até aos últimos anos uma aparência jovem. O posicionamento por Signo, Casa e Aspetos de Mercúrio, o regente de Virgem, aclarará melhor tanto a aparência do nativo como o seu principal foco de interesse. Por exemplo, Jerry Rubin, um ativista político americano da década de 60, tinha Virgem em Ascendente, com Mercúrio, com o seu espírito crítico na Casa 11, a da reforma social. Walter Koch, o astrólogo e matemático, que com minucioso esforço deu forma ao complexo e intrincado sistema de divisão das Casas que tem o seu nome, nasceu com o Sol e Vénus em conjunção ao Ascendente Virgem, bem como a Lua no mesmo signo e com Mercúrio na Casa 1.

sábado, 13 de outubro de 2018

PLUTÃO EM TRÂNSITO PELA CASA 1




Quando Plutão em trânsito passa sobre o Ascendente e percorre a Casa 1, toda a nossa visão da vida se altera, e o nosso sentimento de nós mesmos transforma-se radicalmente. Este trânsito correlaciona-se às vezes com mudanças surpreendentes na aparência física, tais como um novo estilo no vestir, em como usamos os nossos cabelos ou nos apresentamos ao mundo. As pessoas com excesso de peso emagrassem; os que eram demasiado magros aumentam de peso. Estas transformações físicas externas são a manifestação interna de uma mudança na perceção e na consciência.
Como é obvio, a maneira exata em que nos afeta o trânsito de qualquer dos planetas exteriores depende da nossa idade e de outros fatores que são dados na carta nesse momento. No entanto, podem-se extrair algumas conclusões gerais. Quando Plutão cruza o Ascendente e percorre a Casa 1 (o ponto mais oriental da Carta e a casa do eu), o Ser nuclear está nos pedindo que exploremos novas formas de nos expressar e de viver a vida. Se não estivermos em contacto com a nossa necessidade de mudar, o meio nos imporá a mudança. Por exemplo, as crianças que têm Plutão em trânsito pela casa 1 podem enfrentar comoções com as dificuldades que estão atravessando os seus pais.
Os adultos que não se dão conta - ou que não estão dispostos a reconhecer - a necessidade interior de alterar a sua vida durante este período, podem forçar inconscientemente outra pessoa a impor- lhes a mudança, por exemplo, obrigando o seu parceiro a  que se vá embora ou a seu chefe que o despeça. Por outras palavras, as circunstâncias externas perturbadoras que se produzem quando Plutão viaja pela casa 1 refletem o desejo do Ser nuclear de nos ver mudar neste período.
Este trânsito pode alterar a nossa direção vital de maneiras que não nos pareciam possíveis: a pessoa que pensava que nunca se casaria muda de ideia; os que acreditavam que sempre seguiriam casados divorciam-se; os conservadores tornam-se liberais, e os liberais conservadores. O que queríamos ser já não é o que somos. Durante este trânsito, o nosso estilo pessoal e a nossa maneira de encarar a vida tendem a refletir e a encarnar qualquer dos princípios que simboliza Plutão. Há aqueles que nestes momentos "vivem" o seu Plutão atuando como agente de perturbação nas vidas de outras pessoas ou na sociedade em geral, e as mudanças que fazemos em nossa vida obrigarão a mudar quem nos rodeia. Ou se não, podemos empregar a energia regeneradora de Plutão unindo-nos a causas ou grupos que promovem a transformação social ou enfrentando-nos às mais sombrias correntes subterrâneas ocultas no psiquismo, tanto individual como coletivo. As facetas ocultas da nossa personalidade emergem à luz durante este trânsito, e temos que enfrentar-nos com aspetos da nossa natureza que ainda não tínhamos reconhecido completamente. Os conteúdos inconscientes irrompem na consciência: a erupção de impulsos de cólera, de sexualidade ou de poder antes não reconhecidos põe à prova a nossa imagem de nós mesmos. Talvez nunca tenhamos pensado que éramos manipuladores ou controladores, mas agora vemos essa faceta da nossa natureza. Poderemos não ter tido consciência da nossa capacidade de ficar com raiva, de sentir ciúmes e inveja e ter comportamentos destrutivos, mas agora tudo isso está aí, solto e fora de controlo. Como um arado que se guia através do campo para nivelar ou remover o solo, Plutão em trânsito  sobre o Ascendente e pela Casa 1 traz à luz as nossas profundezas ocultas, o que em nós tem sido "clandestino", e desintegra os complexos e os padrões de comportamento rígidos de épocas anteriores. É um tempo de descobrimento, de limpeza e renovação, um período fértil para qualquer forma de autoexploração ou evolução pessoal. O inconsciente não é só um depósito de complexos infantis reprimidos.
Quando Plutão rastreia os conteúdos subterrâneos da psique e os traz à consciência, dá-nos também a oportunidade de descobrir e recuperar forças latentes intocadas, atitudes e talentos que antes não estavam ao nosso alcance, mas que agora aparecem, prontos para evoluir. Se nos tivermos identificado de forma predominante como seres fracos e ineptos, este trânsito pode revelar uma força e um poder ocultos até agora ignorados e recompensar-nos com um sentimento totalmente novo do que somos capazes de alcançar. Durante este trânsito muitas pessoas descobrem, às vezes pela primeira vez, a sua capacidade de assumir o controlo da sua própria vida e a sensação de ser uma força criativa, capaz de dar forma ao seu próprio destino.
O trânsito de Plutão pelo Ascendente e a Casa 1 significa, pois, uma época de renascimento, mas como não há nascimento sem dor, a este trânsito não lhe faltam dificuldades. O Ascendente e a Casa 1 são áreas da Carta diretamente relacionadas com o corpo, e os trânsitos de Plutão por elas podem coincidir com doenças que afetam profundamente a nossa vida. O pensador astrológico John Addey  -Fundador da Associação Astrológica da Grã-Bretanha e do Urania Trust- é um caso que o exemplifica. Em 1942, quando Plutão transitava pelo seu Ascendente em Leão, foi atacado por uma forma aguda de reumatismo que o deixou incapacitado. No entanto, o próprio John mais tarde diria que se não tivesse sido "obrigado a permanecer um tempo quieto e a refletir sobre a vida […] provavelmente teria passado o resto dos meus dias entre o golfe e os cavalos". A doença foi um fator decisivo na sua vida, pois que lhe fez prestar atenção à astrologia e à psicologia, dois temas que sempre o tinham fascinado, mas aos quais não se tinha dedicado realmente até aquele momento. Ao mudar de forma espetacular a direção e o objetivo da sua vida, o trânsito de Plutão sobre o seu Ascendente anuncia a morte de uma fase da sua existência e o seu renascimento de uma maneira de ser totalmente nova. 

DESCRIÇÃO GERAL


EM ASPETO POSITIVO:
Isto marca um período de profunda transformação pessoal. Tudo, desde a sua aparência externa até os seus sentimentos mais profundos acerca de si podem mudar durante este ciclo. Os recursos internos e os aspetos de você mesmo que estavam ocultos e que não eram considerados por si, começarão a emergir. Outros aspetos tanto de si como da sua vida serão eliminados ou radicalmente alterados. De alguma forma, este pode ser um momento difícil em que não pode esconder-se de si mesmo ou dos seus problemas. Você é forçado a chegar a um acordo com o seu interior e trazê-lo à luz do dia. Não lhe será possível viver num nível superficial e ligeiro. De qualquer maneira, obterá como resultado novas forças e confiança na sua capacidade para enfrentar o mundo, se não  resistir ao processo.
Terminaram as mentiras piedosas que nos davam uma falsa segurança. Caem as máscaras, descobrimos as nossas neuroses, os nossos limites, as nossas angústias. Chegou a hora da paixão e os desafios iconoclastas, pisamos nos nossos antigos deuses. Os factos exteriores convidam-nos a isso, assim como a mudar os nossos costumes. Sentimos uma saudável agressividade que arranca as nossas defesas e liberta a nossa criatividade. Queremos ser nós mesmos, ou seja, aceitamos viver também na insegurança, dominamos os nossos demónios, aplacamos as nossas angústias. Este é o preço da nossa autenticidade. Podemos sentir-nos animados por uma vontade de poder, que seria bom compensar com uma maior tolerância para com os outros. A nossa capacidade de associar será perturbada.

EM ASPETO NEGATIVO:
Tendência ao comportamento ditatorial, à intransigência, até à intolerância. O nosso desejo de nos libertarmos de antigos obstáculos não será cumprido sem angústia. É conveniente que saibamos compensá-lo com a nossa necessidade de segurança. 


quinta-feira, 20 de setembro de 2018

LUA EM TRÂNSITO EM ASPETO COM O SOL NATAL




ASPETO POSITIVO:
Vivemos um período de harmonia, de acordo entre o mundo subjetivo e o mundo objetivo, o id e o eu, o feminino e o masculino que existe dentro de nós. Este equilíbrio permite-nos estabelecer boas relações afetivas, particularmente no campo sentimental. Há uma sensação agradável de bem-estar, relaxamento, sensibilidade. É um bom momento para estar com os amigos ou com a pessoa a quem amamos.

ASPETO NEGATIVO:
Pode criar-se um conflito entre as nossas aspirações interiores e o mundo exterior. A Quadratura pode deixar-nos depressivos e ansiosos acerca do trabalho que desenvolvemos, podendo até afetar as finanças. Aproveitemos para controlar os créditos e os débitos, bem como evitar ferir com as palavras as pessoas ao nosso redor. Não estaremos muito simpáticos durante estes trânsitos negativos.

LUA EM TRÂNSITO EM CONJUNÇÃO COM O SOL NATAL:
Um dia ideal para passá-lo com alguém querido. É o encontro entre o teu lado emocional e a tua energia vital. Além disso, agora notarás até que ponto os teus sentimentos estão em harmonia com os teus objetivos. É um bom momento para a reflexão e a contemplação de possíveis ajustes. No entanto, é um trânsito muito efémero que não terá consequências substanciais.

LUA EM TRÂNSITO EM SEXTIL COM O SOL NATAL:
Um dia agradável que deslizará tranquilamente. O teu lado emocional e a tua vontade estão em harmonia, o que torna mais fácil expressar os teus sentimentos em relação a outras pessoas.
Em particular, atividades que incluem crianças,  jovens e a casa vão bem.  Receberás verdadeiro apoio e sentirás harmonia com as circunstâncias e as pessoas que te rodeiam.

LUA EM TRÂNSITO EM TRÍGONO COM O SOL NATAL:
Um dia agradável que passará tranquilamente. Vais sentir-te em paz contigo e com os outros, isto facilitará o diálogo profundo com os teus seres queridos. Em especial serão favorecidas as atividades que incluem crianças, jovens e o lar. Receberás apoio e sentirás harmonia com as circunstâncias e as pessoas ao teu redor. É um bom momento para organizar projetos novos e empreendimentos que te darão bons créditos. 

LUA EM TRÂNSITO EM QUADRATURA COM O SOL NATAL:
O teu lado emocional parece estar em conflito com a tua energia vital e a tua vontade, e talvez tenhas a impressão de que as circunstâncias estão contra ti, pois  percebes uma falta de apoio e afeto dos que te rodeiam. Pode até haver alguma troca tensa com uma pessoa querida. Mas não te preocupes, este trânsito passará rapidamente sem ter mais consequências. Ser paciente e flexível ajudar-te-á.

LUA EM TRÂNSITO EM OPOSIÇÃO COM O SOL NATAL:
O teu lado emocional opõe-se à tua energia vital e à tua vontade. Sentes a necessidade de comprovar até que ponto os teus sentimentos estão em harmonia com os teus objetivos. Em tudo isso pode haver uma nota emocional que requererá entendimento e flexibilidade por tua parte. Talvez tenhas algumas trocas tensas com alguma pessoa querida, mas não te preocupes, este trânsito passará rapidamente sem ter mais consequências.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...