domingo, 20 de março de 2011

ÚRANO EM TRÂNSITO PELO ASCENDENTE E CASA I



Este trânsito dá-nos os meios para orientar a nossa vida de forma diferente. Representa ao mesmo tempo uma mudança e uma aceleração. Dá um novo sentido à nossa vida. A nossa intuição desenvolve-se, o nosso gosto pela aventura e a diferença ampliam-se. Buscamos liberdade e independência em todos os campos, esquivamo-nos dos convencionalismos e transgredimos os tabus. A nossa vontade de rotura, independência, excentricidade e rebeldia pode provocar “catástrofes”! Será melhor mantermos a calma.
Vou falar de algumas situações que podem decorrer com Úrano em trânsito nesta casa, seja qual for o signo onde se encontre. Ficará muita coisa por dizer pois cada carta é um caso diferente.
O Ascendente é o ponto da carta astral que se associa com o nascimento e e os começos e quando Úrano cruza o Ascendente e entra na casa I, é quase como se voltássemos a nascer. Nesta época pode mudar a nossa maneira de ver a vida e inclusivamente a nossa aparência física e o nosso estilo de vestir.
Se não estivemos em contacto com as nossas qualidades do nosso signo Ascendente, agora Úrano fará aflorar à superfície estes aspetos da nossa natureza. Se temos vindo expressando o nosso Ascendente, Úrano pede-nos que exploremos outras manifestações possíveis deste signo; por exemplo, um homem com Ascendente Sagitário, que tenha viajado muito e expressado desta maneira o seu Ascendente, pode descobrir outras facetas associadas com este signo, como a atividade de escrever ou o estudo da filosofia.
Nesta época, aquelas partes de nós mesmos que temos suprimido ou não temos cultivado suficientemente, insistem em ser incluídas na consciência. Os tímidos descobrem uma confiança em si mesmos que jamais conheceram, assim como os indivíduos até esta altura mundanos e de mentalidade prática abrem os olhos a valores e aspirações de natureza muito diferente: dispõem-se (ou vêem-se forçados pelos acontecimentos externos) a esquecer a sua necessidade de segurança e de estabilidade para crescerem em direções inéditas. Os que foram predominantemente “tipos pensantes”, descobrem de repente um vasto âmbito novo, o do sentimento, enquanto, os que viveram dominados pelas emoções e o sentimento, veem-se agora mais capazes de tomar distância e de ser mais objetivos. Seja qual for o signo em que esteja o Ascendente, este trânsito investe com frequência, no nosso sentimento por nós mesmos e dá-nos a ocasião de explorar novas formas de nos abrirmos à vida.
Quando aqueles aspetos de nós mesmos que temos mantido quase que como adormecidos e dos quais não temos feito caso algum durante muito tempo, irrompem finalmente na consciência, é possível que ao princípio se desatem de maneira bastante desequilibrada ou incontrolável. Por exemplo, se no passado esteve sempre a postergar as suas necessidades a favor do bem dos outros, pode passar-se para o outro lado quando Úrano cruza com o seu Ascendente. Ao não estar mais disposto a ficar em segundo plano na vida, é natural que temporariamente se descontrole com a sua recém descoberta da capacidade de se afirmar e será difícil detê-lo. Libertar-se de tudo aquilo que sente como restrições e limites e exigir que os outros se adaptem a você. No entanto, gradualmente, â medida que Úrano se afasta do Ascendente e se vai adentrando na Casa I, você vai-se acalmando e começa a aprender formas mais prudentes e mais hábeis de usar a sua energia assertiva.
Da mesma maneira se foi uma pessoa precavida e pragmática, pode ser que durante este trânsito deite pela “borda fora” toda a sua cautela e o seu espírito prático, ao descobrir que na vida há uma dimensão íntima e espiritual e abandone os seus afazeres para passar vinte horas diárias meditando. Talvez necessite algum tempo para começar a integrar as qualidades que Úrano destaca em primeiro plano com outros aspetos do seu ser.
Este trânsito, qualquer que seja o signo em que está o Ascendente, traz inquietação e impaciência. Acordamos no meio da noite, agitados, com ideias e revelações; inesperadamente, somos acometidos de ataques de energia; sentimo-nos “conectados”, entusiasmados, mutáveis e frenéticos. Atuamos de maneira que nos surpreendemos a nós mesmos e aos outros.
É evidente que esta mesma intensidade não se dá durante todo o trânsito, mas sim em “jorros”, primeiro quando Úrano cruza o Ascendente e cada vez que, no seu movimento pela Casa I, forma algum aspeto com outro planeta na carta.
Também sentiremos claramente os seus efeitos, quando outro planeta em trânsito pelo céu (ou um planeta ou ângulo progredido) forma um aspeto com Úrano em trânsito; por exemplo, se Marte em trânsito está em conjunção, quadratura ou oposição com Úrano em trânsito, atuará como desencadeante da influência de Úrano. Também observaremos um súbito ressurgimento da energia uraniana quando o planeta está a ponto de abandonar a Casa I para entrar na Casa II, como se Úrano esteja decidido a aproveitar a sua última oportunidade de mudar a nossa personalidade e a nossa maneira de encarar a vida antes de passar a exercer a sua influência noutro âmbito da carta.
Ao interpretar este trânsito, assim como todos os outros, devemos ter em conta a idade: é mais provável, por exemplo, que uma criança pequena que tenha Úrano em trânsito pela Casa I, experimente os seus efeitos como algo proveniente de fora, geralmente através das ações dos seus pais; seja que estes se mudem de casa, se divorciem ou tenham outro filho, estas são todas formas de perturbar as rotinas e estruturas existentes. Quanto às crianças mais velhas e aos adolescentes, é possível que sob a influência deste trânsito, exibam um maior grau do que o usual de rebeldia e de obstinação. Com frequência, os jovens enfrentam nesta época mudanças importantes: saem de casa, iniciam ou terminam a Faculdade ou outros cursos, casam, têm filhos ou descobrem uma filosofia ou um sistema político novo que causa uma revolução na sua vida. Mais tarde este trânsito pode ser correlacionado com o divórcio, mudanças de emprego e com o despertar de aspetos da personalidade ainda não descobertos ou de traços exclusivamente novos.
Quando Úrano cruza o Ascendente e entra na Casa I, ajuda as pessoas mais velhas a libertarem-se de padrões de pensamento ou maneiras de comportamento já antigas. Em alguns casos é um anúncio de morte – a libertação de uma forma de vida velha para entrar numa nova dimensão do ser -, embora esta interpretação tenha de estar reforçada na carta natal por outros trânsitos. Em qualquer idade este trânsito pode indicar uma influência externa ou coletiva que altera de forma espetacular o curso da vida, como a eclosão de uma guerra ou a mudança do governo. Seja qual for o momento ou a fase da vida em que experimentamos este trânsito, uma coisa é segura; é que depois de passar por ele vemos o mundo e nos relacionamos com ele de uma forma radicalmente diferente.   

12 comentários:

  1. Que maravilha Adelaide!
    Sou-lhe grata por este texto excelente!
    Vou partilhar no FB.
    Um beijo e Feliz Ano Novo!
    Astrid Annabelle

    ResponderEliminar
  2. Olá querida!!!! Excelente mesmo, muito bem escrito e bem explicado. Que delícia isso, né? Temos mesmo que nos reiventarmos sempre!!!!
    Também vou compartilhar.
    bjosssssssss

    ResponderEliminar
  3. Vim no rastro da Astrid...

    Belissimo, que jóia rara!!!!

    Grata :)...

    Vou repenicar no FB too :)

    Feliz Ano Novo !!!

    Bjão

    Raquel / Hanah

    ResponderEliminar
  4. Astrid,

    Fico muito grata com a sua visita e com a patilha. É sempre um prazer escrever mas o tempo esse voa e não consigo publicar e visitar todos os amigos como gostaria.
    Devagarinho lá chegaremos:)

    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Marcelo,

    Muito feliz fico de o ver por aqui. Grata pelas palavras e pela partilha no FB. Também gosto sempre dos seus textos.

    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Hanah,

    Fico agradecida pelas suas palavras e por compartilhar no FB.
    Vou tentar publicar nas casas todas mas tem de ser pausadamente porque o tempo não dá para muito.
    Um feliz Ano Astrológico também para si.

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Adelaide
    venho agradecer o carinho.
    Por acaso (?) te encontrei achando que eras minha prima, e com certeza encontrei uma pessoa fantástica com muito a ensinar.
    Gratidão
    Zizi

    ResponderEliminar
  8. Zizi,

    Grata pela carinho e amizade. Volte logo que possa e mais uma vez desejo-lhe tudo de bom.

    Até breve

    Beijos

    Adelaide

    ResponderEliminar
  9. Olá minha linda!

    Hoje apertou-me a saudade!Tenho-te lido em silêncio... ;)))

    Beijo bem grande e continua!
    Maria Paula

    ResponderEliminar
  10. Maria Paula,

    Sei que tens tido muito trabalho, tal como eu, que também não tenho passado muito pelo teu cantinho. Vou lendo carregando ali na barra da direita:)
    Dizes para continuar. Pois vou continuando, sem pressa e deixando fluir.

    Beijinhos

    Adelaide

    ResponderEliminar
  11. Maravilhoso seu blog, sucesso. Abraço Cynthia

    ResponderEliminar
  12. Cynthia,

    Grata pela visita e pelas suas palavras.

    Abraço

    Adelaide

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...